18 fevereiro 2009

Nando Carneiro - Topázio (1989)

Capa do disco
Clique aqui para baixar o disco/Download the album - RapidShare

........................................................

Nando CarneiroO avô e o pai de Nando Carneiro tocavam violão. Seu avô formou com os irmãos uma pequena banda de música no interior de Minas Gerais, na qual tocava bombardino, e seu pai, homem apaixonado por música, costumava trazer para casa seus amigos instrumentistas e cantores. A lembrança desses encontros está entre as recordações musicais mais antigas de Nando Carneiro.

Nando começou a tocar piano aos seis anos, tendo aulas com a professora Carmen Manhães, e sendo orientado pelos métodos mais comumente utilizados: Hanon e Czerny (Ed. Ricordi), Beringer e Burgmueller (Ed. Vitale).

Dessa época de estudos, o que ficou de mais agradável para ele foi exatamente o contato que estabeleceu com a música.

Várias pessoas tornaram-se figuras decisivas na formação musical de Nando Carneiro, a começar por seus pais e professores, com destaque para Leo Soares, com quem estudou violão, Roberto Gnattali, professor de teoria e harmonia, e John Neschling com quem aprendeu teoria, harmonia, composição e regência. Já profissional, o instrumentista destaca a criação, em 1973, do grupo Barca do Sol, juntamente com os irmãos Muri Costa e Marcelo Costa. A formação contou, mais tarde, com as participações de Beto Resende, Marcelo Bernardes, Marcos Stull, Alain Pierre, Jaques Morelenbaum, Ritchie e David Ganc.

Nando Carneiro foi autodidata na passagem do piano para o violão: "Depois de sete anos estudando piano clássico, não pude suportar a rigidez dos métodos aplicados na época. Imediatamente, passei a tocar violão de ouvido, três anos antes de iniciar os estudos de violão clássico."

Nando conheceu inúmeros músicos excepcionais dentro de sua própria casa, por intermédio de seu pai: "O primeiro de que me recordo foi Dilermando Reis. Outro foi Jacob do Bandolim, que tocou em minha casa com o Conjunto Época de Ouro. Além deles, Tia Amélia, exímia pianista de choro, e Sílvio Caldas, grande cantor."

O músico faz referência à importante presença do pianista Bené Nunes, que convenceu seu pai a comprar o piano no qual ele começou a estudar. "Essa lista de grandes músicos cresce com Tom Jobim, que tocou nesse mesmo piano, e mais Milton Nascimento, Agostinho dos Santos, Egberto Gismonti,Toninho Horta e Piry Reis. As mais importantes referências musicais foram e continuam sendo eles."


************************

From left to right: David Ganc, Nando Carneiro, and Mingo AraújoNando Carneiro was born in 1953 in Belo Horizonte, Brasil. He started his piano studies in 1960, and the acoustic guitar in 1972, both with well known professors in Rio de Janeiro.

In 1974, along with friends, he formed the group A Barca do Sol, which played Brazilian most popular music. They recorded 3 LPs and toured Brazil for several years.

Nando was composer, arranger and musician in singer Olivia Byington's first LP and toured Brazil with her. In the play "As Gralhas", by Braulio Pedroso, he was composer and musical director.

In 1981 - '82 he was musical director, arranger and musician in the 1st and 2nd LPs of singer Beth Goulart, also doing shows around the country. He played in a few shows with Egberto Gismonti and in 1982 did his yearly Brazilian tour, along with André Geraissati.

In the beginning of 1983 his first solo LP, "Violão", was recorded. It was produced by Gismonti and was released in May. In 1983 Nando Carneiro was musician in Egberto Gismonti's LP "Cidade Coração" and did the Brazilian tour along with him again. In 1984 Nando worked with many Brazilian artists. In the play "Nicolau", by Braulio Pedroso, he was composer and musical director. In the movie "The Kiss of the Spider Woman", by Hector Babenco, he was associate composer and studio producer.

In 1985 he recorded his 2nd LP "Mantra Brasil". It was produced by Gismonti and released by Carmo, Gismonti's label. In the play "A Divina Encrenca", by his brother Geraldo Carneiro, he was composer and musical director.

In 1986 Nando Carneiro did a lot of concerts in Brazil showing his own music. In the play "Aviso Prévio", by Consuelo de Castro, he was composer and musical director. Also he was composer and musician in the video films "Mangalarga" and "Árabe", by Kiko de Micheli, and "O Último Tiro", by Walter Salles Jr. He was musician in Wagner Tiso's tour during the Jazz Festival of Spain, November 1987.

In 1988 he recorded his 3rd LP, "Topázio", released by Visom.

In 1989 Nando Carneiro won the Fiat Prize with his new piece "Os Povos da Floresta".

Extracted from Europe Jazz Network

3 comentários:

mvcosta disse...

Nando Carneiro - "Topázio" (1989 - Visom VICD 00095)

1. Folia
(Nando Carneiro)

2. Verão de 74
(Nando Carneiro)
. A Missão
. Desengano

3. Barro & Lama
(Nando Carneiro)
. Pote
. Berimbau
. Barro & Lama
. Previsão do Tempo

4. Lady Jane
(Nando Carneiro / Geraldo Carneiro)

5. A Língua Brasileira
(Nando Carneiro / Geraldo Carneiro)
. Adeus Amazônia
. Tupi ou Guarani

6. Peregrino
(Nando Carneiro)

7. Primeira Saudade
(Nando Carneiro)

8. Sambaqui
(Nando Carneiro)

9. Vagabundo
(Nando Carneiro)

10. Sete Saudades
(Nando Carneiro)


Nando Carneiro: violão, piano, teclados, voz e programação de computador
David Ganc: sax alto , sax tenor, flauta, picolo e assovio
Mingo Araújo: percussão e voz

Produzido por Carlos de Andrade

Gravação digital, abril/maio de 1988
Master Studios, Rio de Janeiro
PCM Nakamichi DMP 100
Engenheiro de áudio: Carlos de Andrade
Técnicos de gravação: Leco e Denilson Campos
Remasterização: Renato Pinto
Foto de capa: Celso Oliveira
Fotos da parte interna e do trio: Wilton Montenegro
Projeto gráfico: Arthur Fróes
Consultor artístico: Afonso Costa

Gustavo disse...

Blog legal.

Parabéns.

Qual é o bit rate dos arquivos que vc geralmente coloca aqui no seu blog?

Outra questão: Vc poderia me indicar grupos brasileiros que fazem MPB com influencias do progressivo com composições com muitas mudanças de métrica/ritmo dentro da mesma música? Creio que existam vários, principalmente instrumentais como trios ou quartetos (bateria, baixo, piano e guitarra), porém não são tão divulgados. Vc poderia me indicar e/ou ajudar dizendo onde encontrar esse tipo de som?

mvcosta disse...

Fala, Gustavo.

Valeu pela mensagem.

Eu procuro colocar links para os dicos com 192kbps ou acima disso.
Quanto à sua dúvida, preciso dar uma olhada no que tenho para fazer uma lista mais completa.

Mas adianto que no catálogo da Editio Princeps (www.editioprinceps.com) vc encontra esse tipo de som: Raiz de Pedra, Grupo Um, Divina Increnca, Projeto B, Pé Ante Pé, Som Nosso.
Marco Antônio Araújo, Cheiro de Vida, Index e Quantum (todos com discos aqui no blog) tb fazem um trabalho voltado para o progressivo. O Hurtmold tb tem influências de progressivo.

Acho que isso já ajuda um pouco. Vc pode encontrar alguns discos no Abracadabra-LPs do Brasil.

Clicky Web Analytics